Notícias, Matérias e Entrevistas Patrícia Folle

24 Aug

EQUILIBRE A SUA AUTO ESTIMA PARA OBTER BOAS RESULTADOS NA BALANÇA

mix

Auto estima baixa significa, entre outras coisas, uma grande insegurança. Uma pessoa insegura dificilmente se sente motivada a desafios grandiosos. E para quem quer emagrecer ou manter o peso é um grande desafio.


Já a auto estima em alta eleva a confiança e a determinação.


Uma boa auto estima não faz da pessoa alguém que só vence desafios ou dificuldades, mas permite com que a pessoa enfrente as adversidades.


As pessoas têm uma tendência natural em descontar naquilo que comem os seus problemas e angústias. Esta combinação destrói qualquer programa alimentar.


A auto estima e estética tem uma relação muito afinada e estão totalmente relacionadas e que não depende apenas de dieta alimentar, exercício físico, é fundamental haver uma mudança de comportamento e o acompanhamento.


Com a mudança de hábitos alimentares e comportamentais isso fará algum sentido. Não adianta mudar por fora, se por dentro não está nada resolvido, se continua se achando feia, desinteressante, sem valor.


É preciso primeiro aprender a se gostar, da sua essência, do jeito que você está nesse momento, para depois começar a mudar.


Duas Dicas que pode ajudar:


- Você deve se desenhar e comparar com uma foto ou vídeo recentes;


- Ver-se de corpo inteiro e nu no espelho. Olhar-se em diferentes ângulos. Focalizar os aspectos positivos facilita a auto-aceitação.


Como recuperar a auto estima:


- Reconheça o próprio valor: Procure recuperar as qualidades em você.


- Aceite a pessoa que você é: Ninguém é perfeito.


- Se você tem algo a dizer, diga! Se tiver que dizer “não”, diga.


- Assuma um novo desafio: não se preocupe em falhar novamente, preocupe-se em aprender com mais esta experiência.


Acima de tudo, conviva com a realidade, sem rigidez, presunção ou severidade.


Acredite na mudança, que sua auto estima vai se elevar e os resultados irão aparecer.

 

EQUILIBRE A SUA AUTO ESTIMA PARA OBTER BOAS RESULTADOS NA BALANÇA
18 Aug

SAUDÁVEL E NATURAL, NO INVERNO OU NO VERÃO

Chs

Produto milenar, o chá tem muitas variedades, sabores e benefícios, podendo ser consumido em várias situações. No inverno, com as temperaturas baixas, a bebida esquenta, já no verão, os chás gelados refrescam nas temperaturas mais altas.

 

Basta colocar água para ferver e agaurdar por alguns minutos. Com a água quase fervendo, basta colocar algumas folhinhas e pronto, ela aparece. Uma bebida perfeita que limpa, hidrata, aquece, refresca, recomforta, excita ou acalma.

 

Tudo dependerá da erva escolhida. O velho conhecido chá. traz vários benefícios e proporciona bem estar. Um produto milhenar tem seus mais variados sabores que pode ser consumido quente ou até meso gelado, com algum acompanhamento ou não.

 

No inverno, a queda da temperatura pode incomodar bastante as pessoas mais sensíveis, e nem os agasalhos ou cobertores são capazes de afastar a sensação de frio. Para acabar com esse problema, uma dica é manter o corpo aquecido não só por fora, mas também por dentro.

 

Tomar um chazinho é uma boa pedida, além de esquentar ainda pode proporcionar grandes benefícios à nossa saúde.

 

O chá é uma bebida preparada através da infusão de folhas, flores e raízes.Geralmente é preparada com água quente.

 

Chá Preto: Rico em flavonóides previne doenças cardíacas. Os antioxidantes do chá ajudam a eliminar os radicais livres, a manter os vasos flexíveis e a promover um fluxo sanguíneo saudável.

 

Chá de Gengibre: Estimulante, melhora o ânimo e confere disposição. Tem ação antiinflamatória, sendo utilizado para dores de garganta.

 

Chá de Anis: São indicadas para eliminação de gases estomacais e intestinais, cólicas intestinais em recém-nascidos. Digestivo e anti-espasmódico. Excelente para melhorar a imunidade.

 

Chá de Camomila: São usados contra problemas digestivos, gases intestinais, ataque de vermes, gastrites, insônias, reumatismo, dores musculares, dores na coluna e dores ciáticas.

 

Chá de Hibisco: É preparado com o cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa, que não é aquela espécie de hibisco normalmente encontrada nos jardins. O chá é rico em substâncias antioxidantes como flavonoides e ácidos orgânicos. Estes nutrientes proporcionam diversos efeitos benéficos, entre eles, a ação diurética, impedindo a retenção de líquidos.

 

Como Preparar Chás

 

A infusão é geralmente utilizada para preparar todo o tipo de chás a base de flores, folhas e frutos carnosos. Ferva a água e coloque num recipiente (dê preferência aos de vidro). Coloque a planta e tampe por aproximadamente 10 minutos. Sirva em seguida, pois os chás feitos há muito tempo oxidam, perdendo parte do sabor e dos seus princípios ativos.

 

O ideal é que as partes das plantas a serem utilizadas sejam raladas, moídas ou picadas assim favorecem a passagem dos princípios ativos da planta para água. Evite a fervura porque também pode haver perda dos princípios ativos.

 

 

SAUDÁVEL E NATURAL, NO INVERNO OU NO VERÃO
17 Aug

DE FLASH EM FLASH

flasch

A estratégia é simples: fotografar tudo aquilo que se consome durante o dia. Os “Diários Alimentares Visuais” ajudam no controle e monitoramento da alimentação

 

A rotina é a mesma: preparar a comida, arrumar a mesa e antes da primeira garfada, uma foto. O processo inicia no café da manhã e se repete a cada nova refeição. A técnica é uma estratégia encontrada por nutricionistas para incentivar o paciente na busca pelo emagrecimento e que é derivada dos tradicionais diários alimentares que desafiam as pessoas a anotarem cada alimento ingerido. A mudança está na técnica: de uma lista escrita para uma foto, os chamados “Diários Alimentares Visuais” colaboram, de forma mais efetiva, com a perda de peso porque aliam a praticidade e objetividade: não dá pra esconder um ou outro ingrediente, a foto mostra tudo.

 

Já utilizados há algum tempo, os diários alimentares são produzidos a partir das anotações do paciente de tudo o que consome durante o dia: lista de bebidas, lista de comidas e cada novo lanche com suas respectivas quantidades são anotados em um pedaço de papel e levados ao nutricionista. O diário alimentar funciona ao fazer as pessoas refletirem sobre seus hábitos alimentares. Eu penso que a parte mais eficaz é a responsabilidade e a outra parte mais eficaz é a consciência aumentada sobre de onde estão vindo aquelas calorias extra”, inicia a nutricionista Patricia Folle. Ela comenta, também, que o diário é uma forma de perceber onde é preciso melhorar. “Diários alimentares também ajudam direcionar áreas que precisam de melhorias. Por exemplo, pode fazer com que alguém se dê conta de que está comendo mil calorias no almoço e a determinar o objetivo de diminuí-lo”, acrescenta.

 

O problema inicia quando fazer o diário alimentar e anotar cada item se torna um sacrifício. “Preencher o diário pode parecer uma tarefa que custa tempo. Muitas pessoas que fazem dieta esperam muitas horas, depois de comerem, para anotar e requer uma boa memória para não esquecer o que tenha ocorrido no dia”, explica. Diante disso, a estratégia utilizada por Patrícia e outros nutricionista é transformar os diários alimentares em um Diário Alimentar Visual. “Fotografar o que está comendo ou bebendo ajuda as pessoas a evitar comer besteiras e as encoraja a pensar sobre o que eles consumindo. Os diários também facilitam que os registros das calorias diárias sejam precisos”, avalia a nutricionista.

 

De fato, o Diário Alimentar Visual dá certo porque alia duas artes: a da cozinha e a da fotografia. “Com a moda das fotos e agora com as de comida os registros podem ficar mais completos e esta é uma maneira mais detalhada e prática para montar o cardápio ou plano alimentar. Além de gravarem o que comeu, as fotos servem para uma comparação diária, fazendo com que sejam estabelecidas as diferenças que precisam ser vistas na rotina, como maior consumo de saladas e menor ingestão de gorduras, por exemplo”, acrescenta Patrícia. Estudos feitos por pesquisadores comprovam que testando as lembranças dos voluntários sobre o que haviam comido, os diários alimentares em fotos se mostraram registros muito mais eficientes e precisos para somar as calorias diárias. Quem faz, recomenda.

 

Jéssica Sachet tem 23 anos e há pouco mais de dois meses frequenta, semanalmente, uma nutricionista. Veio da profissional a sugestão de elaborar um Diário Alimentar Visual. “A ideia de fotografar tudo aquilo que eu como surgiu da minha nutricionista que justificou que, dessa forma, eu consigo perceber mais aquilo que eu consumo. Muitas vezes, pela correria, isso passa um tanto despercebido, especialmente nos finais de semana que é mais fácil sair da dieta proposta”, inicia. Ela acrescenta que com as fotos é possível perceber onde estão os erros na busca por uma alimentação saudável. “Eu consigo perceber onde estou errando e ela consegue perceber o quanto eu estou seguindo o que ela propôs. As fotos ajudam no nível de comprometimento. Às vezes é inconsciente fugir da dieta, mas quando existe o registro e tu vê ele depois é diferente porque tu toma consciência do erro. Isso ajuda bastante”, avalia. Para ela, o essencial é que o registro não fique apenas no momento. “Esse diário é importante porque ele não é só o momento porque, depois, com a minha nutricionista converso sobre as coisas que comi, sobre o que funciona o que não funciona e sobre o que se pode mudar”, conclui.

 

Patrícia concorda e acredita que fotografar a rotina alimentar é importante para estimular a mudança no dia-a-dia. “Além das fotos desencorajarem poderosamente a ingestão de besteiras elas também estimularam a parar e pensar sobre o que estavam comendo no momento certo: logo antes de comê-la.”, encerra.

 

DE FLASH EM FLASH
05 Aug

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR PERSONALIZADA

019

Quando pacientes me procuram para seguir uma dieta, digo que o meu método de trabalho é Reeducação Alimentar Personalizada.

 

Sim, pois é desta forma que espero que venham a entender que é necessário aprender a comer corretamente.

 

Digo sempre que qualquer método funciona, mas fazer a manutenção é o que nem todos conseguem e sempre dizem que este é o momento mais difícil e aí que embaso mais ainda a proposta da Reeducação Alimentar.

 

A Reeducação Alimentar é um novo estilo de vida, que pode ser seguido para sempre, onde podem verificar os erros e acertos na alimentação e quando consertam, começam a se alimentar de uma forma correta e assim se torna um hábito por toda a vida.

 

É feito um processo educativo que se aplique em mudanças nos hábitos alimentares que vão sendo incorporados gradativamente, ou seja, dia após dia. Deste modo, a probabilidade de ter a continuidade, uma vez incorporada, é maior e a possibilidade de conseguir a se manter.

 

O grande segredo para se reeducar e fazer uma alimentação mais saudável é respeitar a individualidade, ou seja, quanto mais próximo da realidade de cada um, mais fácil será o processo de mudança. Não adianta orientar um indivíduo que resida sozinho e trabalha o dia todo a comer refeições caseiras todos os dias ou mesmo proibir um “chocólatra” de comer chocolate.

 

Preciso adequar os comportamentos que leva a comer e que de forma. Por isso que emprego algumas adequações para que o processo seja um sucesso aplicando uma série de reorientações.

 

A tomada de decisão por um alimento ou refeição, deve ter um entendimento maior de que aquele que não serve somente para satisfazer a necessidade básica do organismo de se alimentar, ou dar prazer, mas também entender que o alimento é bom, o porquê da sua utilização, quais as quantidades, fontes e tipos de alimentos que melhor convêm individualmente, respeitando e atuando, não só aspectos como o estado de saúde da pessoa, mas também, considerando sua condição sociopscicológica, financeira, padrões culturais individuais, crenças e tabus alimentares.

 

Os meus objetivos: acolher as dificuldades, oferecer soluções para a rotina alimentar; apoiar todo o processo através estratégias em relação à comida, ensinar a usar a inteligência na hora de fazer suas escolhas alimentares.

 

A proposta de acompanhamento nutricional vai à contramão das dietas prontas, muito difundidas na mídia e reproduzidas pela população em geral, que apenas suprem necessidades momentâneas do indivíduo, e que podem causar diversos problemas à saúde.

 

Se a busca é por algo permanente e que modifique a vida beneficamente em longo prazo, a Reeducação Alimentar é um caminho, flexível, adequado e rico para aqueles que buscam a saúde alimentar.

 

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR PERSONALIZADA
29 Jun

ACREDITE NO SEU PODER INTERNO

mix

Quando pessoas me procuram para consultar, fico muito atenta ao que descrevem de suas vidas e suas tentativas para manter uma alimentação saudável.


Compartilho a necessidade de incentivar a todos também a usarem seus poderes internos.


Crescemos adquirindo comportamentos familiares, educacionais, sociais e experiências vividas, ou seja, construímos conceitos em que acreditamos.


É comum por não acreditarem em seus potenciais, deixarem de viver uma vida mais equilibrada.


Podemos tudo aquilo que quisermos.


Os nossos poder interno têm uma força enorme e o nosso corpo, a nossa vida, a nossa realidade exterior mostra-nos o que estamos fazendo com o nosso poder.


Existe um momento em que tem que parar de batalhar contra a vida, contra si mesmo.


Observo como o desânimo e a descrença que se apresenta e isso é um sinal de que precisam mudar.


Então reforço a conduta de mudar, mudando os paradigmas para mudar as percepções, de visão de mundo, por diversas razões.


Sempre acho importante informar que deve procurar em fazer a mudança de conduta interna. Não é o outro que tem que mudar, é você que tem que mudar a forma de responder a situação.


Seja corajoso, determinado e confiante quando precisa usar este poder e aí descobre que consegue.


Seja confiante de que tudo irá fluir bem.


Procure libertar-se de pensamentos negativos, mágoas, raiva, preocupação e direcione seu pensamento nas coisas boas que deseja.


O que precisa é começar a recriar o que deseja pensando sobre ele, visualizando e permanecer em constante desejo para que ele se manifeste em sua realidade.


Há um poder interno que todos nós somos capazes de remover os obstáculos, que tudo pode ser melhor.


Para aprender algo é necessário experimentar e vivenciar.


Crie seu projeto de vida, sonhe, acredite em seu poder interno.


Perceba que o seu poder interior começa aumentar uma auto-estima sólida, que é o cuidar de si.


ACREDITE NO SEU PODER INTERNO

© 2016 -  Rua Fagundes dos Reis, 428 - Centro - Passo Fundo/RS - Fone (54) 3313-2355
 

Desenvolvido por ZnTECH.