Notícias, Matérias e Entrevistas Patrícia Folle

28 Dec

AS FESTAS DE FINAL DE ANO PARA AS CRIANÇAS E SEUS FAMILIARES

sanduche-frio

Primeiro, acredito o que devemos fazer é entender o verdadeiro significado das Festas que findam o Ano.


A sugestão desse tema traz idéias e dicas para que possamos ensinar aos filhos, sobrinhos, irmãos e outras crianças com quem tenhamos contato como alunos, amigos e vizinhos de que essas festas não são só um comércio, mas que é principalmente um momento de reflexão sobre a convivência na sociedade familiar, profissional, estudantil ou social.


É momento de colocar em prática os conceitos como: caridade, solidariedade, amor, amizade, respeito, fraternidade, entre tantos outros que são a verdadeira essência dessas comemorações.


Convém também envolver as crianças nas ações e preparativos. Inclusive que possam doar brinquedos ou peças de roupa para dar  início aos seus compromissos de cidadãs.


Outro detalhe é a estação verão que chegou, e é possível sim aproveitar o clima mesmo com o calor e as férias, sendo importante pensar em comidas e bebidas apropriadas e em um espaço arejado.


Organização das festas:


As crianças que tenham um horário limite para dormirem, é preciso deixar a programação bem definida, com horário para os convidados chegarem até a hora da ceia ser servida.


Meu conselho é marcar o encontro para as 20 horas.


Caso cruzar a meia-noite com as crianças acordadas que não seja um problema, é bacana fazer a ceia por volta das 22 horas.


Cardápio


Esperado durante o ano todo pela maioria, ele é sempre recheado de delícias.


Entradinhas: Copinhos com palitinhos de cenoura e pepinos ficam coloridos e atraentes! Palitos com tomate cereja e queijo também são uma delícia! Sanduíche frio são outra idéia que pode ser composta com espinafre, beterraba e cenoura formam uma ótima combinação!


Entre aquelas comidas que são “obrigatórias” no menu:  carne de gado ou peixes , arroz, farofa, salpicão, frutas naturais e secas e muitos vegetais em forma de saladas coloridas.


Já as bebidas podem ter suco e água para as crianças e, para os adultos, podem incluir espumante, vinho tinto ou cerveja.


Na hora de sobremesa, vale oferecer as frutas em forma de saladas de frutas ou juntos de mouses e até um festival de picolés que são sempre bem-vindos. Outra idéia são os copinhos de fruta com iogurte grego ou com as gelatinas.


Boas Festas!!!!!

AS FESTAS DE FINAL DE ANO PARA AS CRIANÇAS E SEUS FAMILIARES
28 Dec

SEM CULPA

mix

Cuidados com a alimentação e moderação são os segredos para passar pelas festas de fim de ano sem excessos


Fim de ano é época de festa e todo mundo sabe que quando a família e os amigos se reúnem, o que mais tem, além da diversão, é muita comida e bebida. E em função disso, quase sempre ocorrem os excessos e com eles, aqueles quilos extras. Mas, será que é possível passar por todas essas comemorações sem acabar de vez com a dieta? A nutricionista Patrícia Folle garente que sim e que a palavra-chave é moderação. Quer saber como? Confira as dicas e a sugestão de cardápio que a nutricionista preparou e aproveite sem peso na consciência.


Dicas da nutricionista


Comece o dia com um café da manhã leve: consuma muitas fibras, como farelo de aveia ou granola com iogurte grego light e frutas picadas que mantêm a saciedade por mais tempo.


Não pule refeições: nada de deixar de como o dia todo esperando à hora da ceia. Mantenha lanches intermediários com suco de fruta natural ou em polpa.

 iogurte_com_fruta_e_granola

Durante a ceia: preencha metade do prato com saladas de vários tipos e coloridas, ¼ do prato com carne (proteína) e o ¼ restante com farofa ou arroz a grega ou com as frutas.


Coma sem pressa: saboreie os alimentos consumidos. Mastigue bem os alimentos.


Modere o consumo de álcool: imponha um limite, intercale com ingerindo com água mineral.


Cuidado com a sobremesa: sirva-sese de um pedaço ou porção pequena e procure não repetir.


salpico_de_ameixa_e_abacaxi

Sugestão de cardápio

Entrada

Salpicão de Ameixa e Abacaxi

Ingredientes

1 xícara de chá de ameixa seca sem caroço

1 xícara de chá de abacaxi picado

1 xícara de chá de peito de peru defumado picado

1 xícara de chá de talo de salsão picado

6 colheres de sopa de iogurte natural

1 maço de alface americana picada ou cortada em tiras

1 colher de sopa de molho de mostarda

Sal a gosto

Suco de 1 limão

Modo de preparo
Aqueça água em uma panela. Ponha o açúcar e a ameixa. Deixe ferver por cinco minutos. Retire do fogo, espere amornar e pique a ameixa. Misture-a com o abacaxi, o peito de peru, o salsão e o iogurte. Mexa bem para a mistura ficar homogênea. Distribua a alface em pratos de entrada individuais e derrame por cima um molho feito com o suco de limão e a mostarda, temperando com sal. Sobre cada porção coloque um pouco do salpicão. Deixe na geladeira por meia hora antes de servir.

Dica: Para deixar o salpicão um tanto quanto mais suave e rico em nutrientes, use no lugar da maionese, o iogurte.


salada_de_figo_e_ricota

Salada com figo e ricota

Ingredientes

Molho

4 colheres (sopa) de vinagre balsâmico

4 colheres (sopa) de azeite

1 ½ colher (sopa) de mel

1 colher (chá) de sal

2 colheres (sopa) de água

Salada

½ maço de alface roxa

½ maço de rúcula

½ maço de alface lisa

½ maço de folhas de hortelã

4 figos frescos fatiados

2 xícaras (chá) de ricota

Modo de preparo

Molho - Em um recipiente, misture todos os ingredientes com a água e reserve.

Salada - Em uma saladeira, distribua as folhas e os figos. Reserve. Misture a ricota Sirva acompanhada do molho.


Prato principal
Entre as carnes protagonistas, o pernil de porco ou peixes como bacalhau ou salmão desponta como as melhores escolhas. Para ficar mais saudável, invistam no tempero caseiro, os que já vêm temperados vem com muitos aditivos químicos. Para acompanhar, o ideal arroz com amêndoas ou com frutas desidratadas. Prefira a versão integral desse grão. Ainda pode ser feito uma farofa saudável.


farofa

Farofa Saudável

Ingredientes:

1 cenoura ralada fina (não pode ser muito grande)

4 ovos cozidos

1 colher (sopa) de cebola picadinha

Azeitonas picadas a gosto, de preferência Light, com redução de 35% de sódio

1/2 xícara de farinha de mandioca

Cheiro verde a gosto

Azeite de oliva suficiente para umedecer

Sal

Modo de Preparo:

Amasse os ovos com um garfo. Junte a cenoura ralada, as azeitonas, a cebola picadinha, o cheiro verde e a farinha de mandioca. Misture bem e coloque o azeite aos poucos, o suficiente para não ficar seca.

Ajuste o sal e sirva!

Dica: Costumo colocar uva passa, ou damasco, ou castanha de caju, quando quero dar um toque agridoce ou deixar a farofa um pouquinho mais sofisticada.


gelatina_colorida

Sobremesa

Essa receita você pode comer e não vai engordar nadinha! Tudo porque os ingredientes são quase zero calorias.

Gelatina colorida

Passo 1: No dia anterior, prepare 4 a 5 tipos de gelatinas diet coloridas, utilizando apenas 250ml de água fervente (não adicione 250ml de água fria). Disponha em formas ou potes retangulares. Sugestões: uva, limão, morango, cereja, maracujá, e tutti fruti (não light).

Passo 2: Quando as gelatinas estiverem prontas e bem firmes, faça cortes na gelatina para deixá-las em cubinhos.

Passo 3: Em um liquidificador bata: 1 gelatina de pêssego preparada e ainda líquida (esta você pode preparar normalmente, 250ml de água fervente e 250ml de água fria) com 1 caixinha de creme de leite light.

Passo 4: Coloque as gelatinas cortadas em cubinhos em uma forma untada com água (pode ser a forma de sua batedeira ou qualquer uma que tenha em casa!)

Passo 5: Acrescente ao creme e leve à geladeira até endurecer bem! Em duas ou três horas está pronto! .

A receita inteira tem apenas 358 calorias! Se você cortar a sobremesa em 10 porções iguais (e generosas), terá apenas 36 calorias por porção!

SEM CULPA
07 Dec

COMER, COMER !!!!

mixSempre que preparo um texto ou uma matéria procuro refletir em algum assunto que é importante e que seja de interesse.


O assunto de hoje já está mais que conhecido e comentado, mas a importância de comer, inserido na forma de necessidade e satisfação precisa ser revisado.


Este ato está, há muitos séculos, separado do simples fato de sentir o estômago roncando.


Por quê?


O comer mantendo hábitos saudáveis é uma recomendação já há muito tempo indicado, mas nem sempre comemos porque sentimos fome. 


Muitas vezes, comemos porque sentimos vontade e ela aparece junto com o tédio, com a ansiedade, com o stress, com o nervosismo, raiva, frustração…


Isso esta inserido em algumas atitudes a que me refiro:


- Quando se come com mais calma, mastigando o número suficiente de vezes, as chances de se prestar atenção no que está se comendo o controle, é muito maior. O comer mais lentamente também ajuda a entender melhor o que está acontecendo. Isso porque durante uma refeição o cérebro tem apenas um foco: preencher o estômago, o que, de imediato, não provoca a sensação de saciedade. Entre saciar o estômago e parar de sentir fome, há um processo que envolve liberação de hormônios e sinais visuais de que a refeição terminou. Esse processo demora cerca de 20 minutos, e só depois dele há a sensação de saciedade. "Se você come muito depressa, corre o risco de ingerir mais comida do que seu corpo precisa".


- Comer primeiro os alimentos mais saborosos do prato é outra forma de comer com controle e fica mais fácil parar de comer. Assim tem-se a certeza de que já comeu a melhor parte. “É preciso que se encontrem quais são os alimentos preferidos entre aqueles considerados saudáveis”. Reforçar o gosto pela comida faz parte do comer, assim o desejo de repetir aquela ação sempre que possível, faz nascer um hábito.


- Beba mais água, o sinal da sede é o mesmo da fome, portanto, é preciso tomar cuidado para não confundir vontade de beber água com vontade de comer alguma coisa. O ideal é você comer de 3 em 3 horas, e se sentir vontade de comer algo antes de completar as 3 horas, beba água, pois seu corpo pode estar pedindo líquido, e não comida.


Entenda que comer é muito mais do que nutrição, é cultura, é família, é comemoração, é conforto e não há nada de errado com isso. 


Se precisar de ajuda ou orientação para construir um plano alimentar feito “sob medida” para você, onde o comer adequadamente faz parte de nossa vida, não subestime, procure um nutricionista.

COMER, COMER !!!!
07 Dec

A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS ATRAVÉS DA PIRÂMIDE ALIMENTAR INFANTIL

DM“Comer, comer é o melhor para poder crescer...”


Sabe-se que a criança que é bem alimentada mostra disposição, desenvolvimento em suas habilidades. Neste sentido a alimentação acaba sendo significativa para a contribuição do desenvolvimento da criança tanto na escola como na sociedade.


A pirâmide dos alimentos é um dos guias mais conhecidos que promovem a saúde por meio da orientação nutricional, entretanto, o que muitos não sabem, é que existe uma pirâmide adaptada especialmente para as necessidades das crianças.


A infância e a adolescência é a fase da vida em que o corpo está sendo formado e é fundamental para construir adultos saudáveis. Por isso, a alimentação completa é muito importante. Para evitar os problemas de crescimento, má nutrição e obesidade infantil.


Uma alimentação completa significa uma dieta variada, rica nos mais diferentes nutrientes. Existe uma divisão importante dos tipos de alimentos que podem orientar a dieta de uma criança de acordo com a sua fase:


Alimentos energéticos: carboidratos e gorduras


Eles são essenciais na vida das crianças, é fonte energética que proporcionam força e vitalidade para as brincadeiras e estudo.


Exemplos: Batata, milho, mandioca, macarrão, castanhas, nozes, azeite, entre outros.


Alimentos reguladores: Frutas e vegetais


São os alimentos fundamentais para o bom funcionamento do organismo. Eles proporcionam um melhor funcionamento do metabolismo, do intestino, purificam o sangue e mantêm o sistema imunológico fortalecido.


Exemplos: Morango, laranja, tangerina, alface, couve, cenoura, tomate, brócolis, abacaxi, caqui, entre outros.


Alimentos construtores: Carnes, ovos, laticínios e grãos


Eles são responsáveis pela formação óssea e muscular do corpo. As proteínas auxiliam na prevenção de doenças e na formação de células. Oferecem saúde às unhas e cabelos. Esses alimentos da pirâmide alimentar infantil auxiliam em processos de cicatrização e na formação dos hormônios durante o crescimento do corpo.


Exemplos: Feijão, leite, ervilhas, grão de bico, iogurte, queijo, entre outros.


Pais conscientes


Deve-se reconhecer que as necessidades de uma criança não são as mesmas de um adulto. Muitos pais acreditam que os filhos devem acompanhar se alimentando com as mesmas refeições e induzem ao consumo de porções semelhantes, mas isso é um erro. O que os pais não se conscientizam é que as consequências não se limitam apenas à aparência física, mas tardiamente essa alimentação irregular pode resultar em problemas de saúde e dificuldades de reversão, o que tornará essas crianças pessoas adultas obesas.


OBSERVAÇÂO IMPORTANTE: Em todas as fases é importante a necessidade da ingestão de água.              

  

A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS ATRAVÉS DA PIRÂMIDE ALIMENTAR INFANTIL
24 Nov

VONTADE DE COMER DOCE

mixTer vontade de comer doces depois das refeições é um relato bastante comum no consultório.


Na minha prática clínica o hábito de comer doces pode ser solucionado quando conseguimos descobrir a origem da vontade e a busca pelo doce. 


QUANDO ISSO ACONTECE: É comum entre as pessoas que pulam refeições e/ou não fazem os lanches intermediários, ou ainda nas que evitam o consumo de carboidratos. 


E normalmente quando aquela vontade de doce aparece e nessa hora qualquer doce serve, a presença do açúcar é necessária como fonte energética devido a falta deste nutriente. Nesta situação nem sempre há prazer associado ao consumo do doce.


- Outra situação é que alguns alimentos contêm formas modificadas de carboidrato usadas como agentes de emulsão ou de volume que podem elevar o açúcar no sangue quando consumimos em excesso. Assim faz com que seja liberada insulina, ocorrendo uma queda desta glicose e aparecerá à vontade de comer doce. Assim fica o desequilíbrio.


Ajustando o fracionamento das refeições, e padronizando-as, geralmente com uma fonte de carboidrato de absorção lenta (que irá manter a saciedade por mais tempo), uma fonte de proteínas e uma fonte de fibras.


- Mais uma situação: Comum e característico nas pessoas que sempre consomem doces após as refeições sem exigência é ter que comer um sabor doce depois do salgado. Tratando-se de um hábito (ou seja, uma ação repetida quase que inconscientemente), pode acontecer do consumo do doce não necessariamente trazer prazer.


- Outra característica: Esta associada alguma gatilho de ansiedade, ou seja, pelo emocional, e se assim for, corrige-se normalmente com estratégia multidisciplinar.


INDICAÇÃO: Tenho prescrito o uso de fitoterápicos em forma de spray sublingual que ajuda a diminuir a avidez por doces e a manter a glicemia controlada, evitando assim a ingestão de calorias, como também auxilia no emagrecimento. 


CORRETO: Eu acredito que uma das maiores soluções dos problemas com alimentação é conseguir unir a funcionalidade dos alimentos com o prazer que sentimos em degustá-los, e não tem porque exclui-los.


Comer é e sempre foi um ato de prazer, e nós não devemos (nem precisamos) nos privar.

VONTADE DE COMER DOCE

© 2016 -  Rua Fagundes dos Reis, 428 - Centro - Passo Fundo/RS - Fone (54) 3313-2355
 

Desenvolvido por ZnTECH.