Patricia Folle nas Redes Sociais

Entrevistas

07 Nov

CRIANÇAS SAUDÁVEIS

crianas_saudveis

Incentivar uma alimentação saudável é difícil, mas não impossível


Que criança não gosta de um doce, certo? O problema é que a disponibilidade de opções cada vez menos saudáveis, tem transformado os pequenos em grandes consumidores de alimentos ricos em gordura, açúcar e outras substâncias prejudiciais à saúde. Incentivar uma alimentação saudável é difícil, mas não impossível. Para ajudar, a nutricionista Patrícia Folle separou algumas dicas.


Controle as guloseimas: Controlar não significa que você deve proibir o consumo. A proibição leva a criança a procurar em outros lugares. O ideal é não oferecer todos os dias, querer agradar a criança com uma balinha não é nada indicado.


Evite comprar alimentos industrializados com freqüência: Se não tiver como fugir, evite comprar em excesso. Opte por embalagens pequenas e em pouca quantidade. Vale lembrar a importância de mostrar para as crianças que o saudável também é gostoso.


Ensine-os a comer de forma saudável na escola: Quando der dinheiro para a criança comprar o seu próprio lanche, a gama de opções é muito grande e ela pode se atentar às opções não saudáveis. Procure conversar a respeito das escolhas por alimentos mais indicados, desafie-a a identificar alimentos ideais para que consigam fazer uma boa escolha.


Incentive o consumo de frutas e verduras: Tenha sempre na mesa mais de uma opção de salada e verduras e dê preferência por diferentes cores. A cor influencia muito na escolha, pois torna o prato mais divertido e atrativo. Em relação às frutas, mantenha-as sempre frescas e limpas na geladeira para facilitar o consumo. Uma ótima dica é, à noite, fazer a “hora da fruta”, descascar e cortar algumas opções de frutas e todos comerem, tornando aquele momento bem divertido. Use frutas que possam comer sozinho sem ter que cortar como uvas, morangos, cerejas e gomos de laranjas. Bananas, maçãs e peras podem ser cortadas em pedacinhos, para facilitar. A salada de frutas, além de ser bem variada, é sempre sucesso entre a criançada. Frutas secas como ameixa, passas de uva e damascos também são uma boa pedida!


Façam as refeições à mesa: Ter o momento em família é muito importante para as crianças verem o que todos estão comendo e que aquilo é bom, além de educar a criança em notar o que está comendo. Evite deixá-la comer em frente à televisão ou no quarto.
Água de coco: A água de coco, além de trazer diversos benefícios para a nossa saúde, é uma boa pedida para fazer parte dos lanches saudáveis do seu filho, pois ela é natural e contém poucas calorias.


Água: A maioria das crianças se acostuma a matar a sede com sucos ou refrigerantes em vez de água. Acostume o seu filho, desde cedo, a ter esse hábito saudável.


Iogurte: Os iogurtes sempre fazem parte dos menus de lanches saudáveis das crianças. Eles são uma importante fonte de cálcio e vitaminas, essenciais na fase de crescimento. Porém, tente evitar os iogurtes cheios de açúcar e ingredientes artificiais.


Cenouras baby ou tomates cereja: verduras pequeninhas é uma ótima opção para constituir lanches saudáveis para as crianças. Por serem pequeninho e divertido, eles adoram!

CRIANÇAS SAUDÁVEIS
12 Sep

CONSULTOR NOS SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO

servio_alimentao

Cada vez mais e com freqüência as refeições fora de casa passaram a fazer parte do cotidiano, com a falta de tempo, a correria do dia a dia, esse tipo de atividade esta virando uma necessidade diária.


E com certeza para qualquer lugar que você olhe, existe um supermercado, padaria, restaurante, lanchonete, barraquinha, churrascaria, pizzaria, doceria…ufa! O que não faltam são lugares que oferecem alimentos, não é? Você confia em tudo o que consome?


Pois é, não costumamos refletir muito, mas sempre tem um que diz: “Se você for pensar em tudo isso, vou deixar de comer”, mas devemos pensar sim, sobre os riscos que um alimento, aparentemente inofensivo, pode trazer, afinal é a nossa saúde que está em questão.


Na verdade os consumidores estão se tornando cada vez mais exigentes, conscientes, instruídos e buscamos alimentos que apresentem higiene, segurança e alta qualidade.


Sabia que existe uma lei para que os serviços venham produzir e comercializar os alimentos com a necessária a adoção de métodos de controle de qualidade higiênico-sanitária, exigida, pela ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária (RDC - Resolução de Diretoria Colegiada nº 216 de 2004 – Regulamento Técnico de Boas Praticas para Serviços de Alimentação)


A falta de informação, ou a dificuldade ao acesso a elas tem sido uma das principais causa das falhas durante a cadeia produtiva dos alimentos. Essas falhas podem trazer diversas conseqüências para o estabelecimento, como prejuízos, perdas de matérias primas, não atendimento as conformidades, podem tornar os alimentos, veículos causadores de Doenças Transmitidas por Alimentos para os consumidores.


É imprescindível a conscientização de todos os envolvidos na produção dos alimentos, de forma direta e indireta, como proprietários, administradores, fornecedores, entregadores e manipuladores, de que as Boas Praticas são uma necessidade.


O responsável pelo estabelecimento que entende que precisa de ajuda para a elaboração e execução de um controle de qualidade para garantir o bom funcionamento da cadeia produtiva de alimentos, que reduza falhas e prejuízos, padronize processos, aumente a produtividade, a lucratividade, é nesse momento que ocorre a necessidade da contração de uma Consultoria para Serviços de Alimentação.


A Consultoria no Serviço de Alimentação envolve a ação de um profissional com conhecimentos específicos em alimentos e serviços de alimentação, com formação na área de alimentos e com registro ativo no conselho de sua formação. Seu papel é adequar o estabelecimento às exigências da ANVISA, que garantam a segurança alimentar e a satisfação do consumidor final.


Ser consultor de alimentos envolve muita técnica e conhecimentos, mas também todo jogo de cintura é bem vindo. Eu já vi muita coisa, mas acredito que existam muitos mais mistérios nos bastidores dos serviços de alimentação. Sempre temos a esperança que as coisas mudem e tudo vá melhorando e assim, o consumidor seja cada vez mais respeitado e não tenha que se preocupar com a segurança dos alimentos que compra e consome.


DICA: Com um ramo competitivo, o estabelecimento que se adequar as essas necessidades, será um estabelecimento com um diferencial, com certeza permitindo a sua permanência no mercado.


CONSULTOR NOS SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO

© 2016 -  Rua Fagundes dos Reis, 428 - Centro - Passo Fundo/RS - Fone (54) 3313-2355
 

Desenvolvido por ZnTECH.