Notícias, Matérias e Entrevistas Patrícia Folle

15 Jun

ALIMENTOS AJUDAM A PROTEGER A PELE NO INVERNO

mix

Com a chegada da estação de frio o cuidado com a nossa pele, requer mais dedicação devido às alterações de temperatura.


Mas é possível passar pelas baixas temperaturas sem sofrer com ressecamentos e descamações.


Além da preocupação com os cremes hidratantes, também se deve com aquilo que se come.


É importante ingerir alimentos que deve ser incluído na dieta para auxiliar na hidratação da pele.


Começo com a importância de:


- Beber água:


No inverno as pessoas acabam deixando de beber água e isso prejudica a hidratação da pele. Um corpo hidratado apresenta uma pele macia e elástica. Também ajuda a equilibrar os fluidos corporais e a boa aparência. Manter a ingestão de líquidos em mais ou menos 2 litros e se preferir 30ml por quilo de peso.


- Fazer uma alimentação rica em antioxidantes:


Alguns nutrientes são especialmente bons para a pele como os antioxidantes, minerais (zinco) e as vitaminas A e E. Eles protegem a pele da ação nociva dos radicais livres, estimulam a renovação celular, o colágeno e a elastina, melhorando não só a aparência, mas também a saúde da pele.


Exemplos de fontes de vitamina A: abóboras, cenoura, batata doce e folhas verdes escuras.


Vitamina E: são as amêndoas, azeitonas, damasco seco e semente de girassol.


Outro mineral importante é o zinco: encontrado em espinafre, gérmen de trigo, amêndoas e sementes de abóbora.


Outros antioxidantes como as frutas vermelhas (morango, amora, ameixas, mirtilo e framboesa são importantes.


- O que pode fazer muita diferença na aparência da pele é seguir uma dieta anti-inflamatória.


Importante alimento que deve entrar na dieta para auxiliar na hidratação da pele são também os de fontes de ácidos graxos essenciais como o salmão e outros peixes de água fria, óleo de coco orgânico, castanha do Pará, linhaça e chia.


- Outra dica: o consumo adequado de fibras na dieta que favorecem o bom funcionamento do sistema intestinal, eliminação de toxinas e hidratação da pele.


Lembrando que para manter a pele saudável EVITE:


O consumo de frituras e alimentos gordurosos pode aumentar o risco de acne, excesso de oleosidade na pele e obstrução dos poros, assim como os alimentos processados, pobres em nutrientes, ricos em aditivos químicos, hormônios e sal.


Os alimentos com alto índice glicêmico como pães brancos, massas, bolos e biscoitos, também estão relacionados com problemas de pele, mudar essa dieta é essencial para a saúde e, consequentemente, para a beleza da pele!


Siga essas dicas e uma coisa que não se discute: boa alimentação é fundamental para manter a beleza e a saúde da pele.

ALIMENTOS AJUDAM A PROTEGER A PELE NO INVERNO
09 Jun

COMUNIDADES DE EMAGRECIMENTO

comunidades_de_emagrecimento

CONCEITOS: É um grupo local, de tamanho variável, integrado por pessoas que ocupam um território geograficamente definido e estão irmanados por uma mesma herança cultural e histórica.


Ou ainda, ainda é usado para denominar uma forma de associação muito íntima, um grupo altamente integrado em que os membros encontram-se ligados uns aos outros por laços de simpatia.


Ou, pode-se dizer que uma comunidade é um grupo de seres humanos que partilham elementos em comum.


Ou, no seio de uma comunidade, é hábito criar-se uma identidade comum mediante a diferenciação de outro (a)s grupos ou comunidades.


HOJE o meu comentário é sobre algo que vem me chamando a atenção; o surgimento de comunidades que se apresenta ao sistema de dietas de emagrecimento.


Com o desenvolvimento das novas tecnologias e da Internet, formaram-se as chamadas comunidades virtuais.  As redes sociais, os fóruns, os sistemas de mensagens instantâneas e os blogues são espaços que permitem a criação deste tipo de comunidades também.


Voltando ao emagrecimento, acompanho algumas pessoas meio que se filiam a uma determinada comunidade que se agregam ou se afinam em um mesmo conceito de livrar-se do peso, onde passam por mudanças de rotinas alimentares radicais.  Com o tema de uma dieta voltada para perder peso e não se dando por conta que devemos é também aprender a comer.


Quando se dispõem a seguir uma determinada dieta é importante muita persistência e confiança durante os procedimentos, sendo muito importante a orientação nutricional para jamais prejudicar a saúde.


De nada adiantaria perder muito peso de uma só vez e comprometer seriamente a saúde correndo ainda o enorme risco de voltar a engordar tudo novamente.


A missão de muitas comunidades é a de fabricar alguma balela nutricional e fazer com que ela fosse disseminada como verdade pela mídia mundial.


Existem alguns sem estudo e totalmente furados e até com possibilidades de 50% de chance no mínimo no final de forma positiva, mesmo que isso não significasse absolutamente nada.


Imagine quanto mal você já deve ter feito a você mesmo ao longo da vida por ter aplicado estas balelas?


Isso a meu ver é CRIME e quando tratamos de balelas sobre nutrição, dieta e saúde, isso é muito mais sério.


Venho batendo nessa tecla já há muito tempo e se seguem aqui o que escrevo ou falo ou oriento já algum tempo, sabe bem disso.


Ninguém mais do que você é responsável por se certificar de o que aceita como verdade, merece de fato ser aceito como tal.


Faça suas próprias pesquisas, verifique fontes e referências, critique, seja cético! Duvide antes de acreditar.


Espero que esta matéria possa ter aberto seus olhos um pouco mais sobre o que acontece nesse mundo da nutrição e evidenciado que sua saúde está em risco se você acreditar em tudo que é dito pelas comunidades.

COMUNIDADES DE EMAGRECIMENTO
02 Jun

COMO ALIVIAR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA COM A ALIMENTAÇÃO

como_aliviar_sintomas_da_menopausa

Ondas de calor, suores noturnos, ganho de peso, insônia, irritabilidade, entre outros sintomas, são característicos do período. O que caracteriza o período são a queda dos hormônios estrogênio e progesterona, que costuma ocorrer entre os 45 e os 55 anos de idade. Esses desconfortos podem fazer da menopausa uma das fases mais difíceis para a mulher nos campos emocionais e físicos. Mas uma dieta equilibrada pode aliviar os sintomas.


Soja “caloroes”:


É rica em isoflavona, um fitoquímico capaz de atenuar os sintomas. Elas atuam como um substituto do estrógeno (hormônio que sofre notável queda no período do climatério) e contribuem para a manutenção do equilíbrio hormonal.  O consumo das isoflavonas presentes na soja diminui a intensidade e a frequência dos calores, da sudorese, das irritações e até da insônia, sintomas típicos da menopausa. “Queijo tofu, leite de soja é uma das sugestões”.


Cálcio “osteoporose”:


Muitas mulheres sofrem de osteopenia, que significa a diminuição da densidade mineral dos ossos, e devem se prevenir contra a osteoporose. "Pra isso, devem-se ingerir alimentos ricos em cálcio, tais como leite e derivados, nabo, brócolis, folhas de mostarda e sardinha".


Magnésio “irritação”:


A deficiência deste mineral no organismo resulta em fadiga e carência de enzimas envolvidas na produção de energia. “As oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas) e peixes, como atum e salmão, são ricos nesse mineral”.


Sardinha e aveia “fadiga”:


Estes alimentos são ricos em uma substância chamada coenzima Q10, um antioxidante que está envolvido com o processo de produção energética no nosso organismo. "A coenzima Q10 diminui seus níveis com a idade, e a suplementação desta, aumenta a energia, reduz fadiga, além de melhorar sistema imunológico e a textura da pele".


Para diminuir o inchaço, “sódio”:


Para reduzir as quantidades de sódio da alimentação, além de diminuir o sal na comida, precisa também diminuir a ingestão de produtos enlatados, conservas e industrializados.


Chá branco combate o acúmulo de gordura:


O chá branco, mais rico em catequinas que o chá verde, tem um efeito antioxidante aumentado, potencializando funcionamento hepático, eliminação de toxinas do organismo e normalização de lipoproteínas (lavacolesterol). Suas substâncias antioxidantes também aumentam o metabolismo basal, auxiliando no controle do acúmulo de gordura visceral.


COMO ALIVIAR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA COM A ALIMENTAÇÃO
26 May

ENXAQUECA

enxaqueca

“Tenho enxaqueca e o que a alimentação tem haver com isso?”Essa é uma pergunta comum que aparece em meus atendimentos e que precisa ser dada a devida atenção a esta questão.


A primeira informação é fazer entender que a enxaqueca é um dos tipos de cefaléia (dor de cabeça).


As causas exatas da enxaqueca são desconhecidas, embora se saiba que elas estão relacionadas com alterações do cérebro e possuem influência genética.


- Fatores hormonais: é comum mulheres portadoras de enxaqueca apresentar dor nas fases pré, durante ou após a menstruação. Esse tipo de enxaqueca tende a melhorar espontaneamente na menopausa.


- Sem dúvida a alimentação é fator determinante para desencadear essas dores. Pessoas que sofrem de crises de enxaqueca devem evitar alguns alimentos.


A cerveja, queijos maturados, alimentos embutidos, molho à base de soja, repolho e chocolate, possuem substâncias chamadas aminas que estão presentes nesses alimentos. "Estas substâncias podem alterar o calibre dos vasos sanguíneos do cérebro, favorecendo, assim, a dor de cabeça".


Cafeína: café, refrigerante, chá preto ou energético são ricos em cafeína.


Bebidas alcoólicas: bebidas como o vinho e a cerveja possuem substâncias chamadas histamina e tiramina, que desencadeiam a piora do quadro de dor de cabeça.


Alimentos fontes de lipídeos como a manteiga, margarina, frituras, doces, biscoitos recheados, carnes gordas, queijo amarelo, leite integral, requeijão e embutidos. "Esses alimentos possuem proteínas alergênicas, como a beta lactoglobulina e caseína, que podem causar a cefaleia".


Frituras: elas são ricas nos ácidos graxos oléico e leonéico, substâncias que causam contração dos vasos sanguíneos cerebrais.


Aspartame metaboliza no organismo as amina e fenilalamina, tornando-se um dos vilões que desencadeiam a cefaléia.


Nitratos e nitritos presentes nos embutidos (como salame, presuntos, patês e etc).


Alimentos que podem aliviar


Selênio: Presente principalmente em salmão, ostras cruas, castanha do Pará, fígado de boi e farelo de trigo.


Magnésio: Castanhas de caju, amêndoas, sementes de abóbora, pistache e espinafre.


Ômega 3: Salmão, sardinha, atum, linhaça e chia.


Vitamina B12: fígado de boi, ostras, atum, ovos e leite.


DICA PRECIOSA: Comer de três em três horas: É importante para manter os níveis glicêmicos do organismo. Quando ficamos sem comer por muito tempo, sofremos uma hipoglicemia que pode causar dor de cabeça e pressão baixa.

ENXAQUECA
18 May

BELEZA NA MATURIDADE

maturidade

Muitos sabem que a alimentação influencia na manutenção do peso e na prevenção de doenças. O que agora venha ser de tal importância para até mesmo a aparência, isso ainda parece ser novidade.


As novas mulheres maduras estão tendo, a oportunidade de adotar cuidados com o corpo não em busca, apenas, de qualidade de vida, mas também de resultados estéticos.


É preciso que se diga, o tempo de vida que aparentamos tem forte relação com a biografia de cada um, o tanto que o indivíduo se cuidou, ao longo do tempo. Um corpo saudável traz tranquilidade e longevidade. Mas para isso é preciso ter hábitos saudáveis, alimentação equilibrada, prática regular de atividade física, boa higiene, descanso, além de se afastar do fumo, do estresse, do álcool e das drogas.


A nossa aparência está intimamente ligada ao que ingerimos. Atualmente, é consenso que devemos prevenir e tratar o envelhecimento por dentro e por fora. Não basta cuidarmos da ‘embalagem’, ou seja, apenas da parte estética; devemos atuar internamente no organismo.


O mais importante é nos conscientizarmos de que o envelhecimento é um processo natural e inevitável, mas que podemos envelhecer bem e o mais lentamente possível. Cuidar do corpo e cultivar a beleza não é sinal de futilidade, mas de respeito consigo mesmo e algo que aumenta nossa auto-estima.


Felizmente, é possível contar com uma grande variedade de nutrientes que estimulam a produção de colágeno da pele e combatem radicais livres, impedindo a degeneração celular.


Cenoura: Possui o betacaroteno faz parte da família dos carotenoides e é o principal precursor da vitamina A. Sua principal atuação é como antioxidante, combatendo alterações celulares que poderiam levar ao envelhecimento da pele.


Couve: Possui a vitamina E que é um antioxidante. Que protege as células da ação dos radicais livres, impedindo o envelhecimento precoce da pele. Além disso, o nutriente auxilia na ação da vitamina A, importante para a formação da camada de gordura natural da pele.


Tomate: Poderoso antioxidante, o licopeno potencializa a ação das enzimas que combatem radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular. Investa em molhos e extratos de tomate, pois o nutriente é mais bem absorvido quando cozido ou processado.


Probióticos: São alimentos que possuem micro-organismos vivos em sua composição. Tal característica faz com que ele ajude a repor as bactérias benéficas no corpo, o que indiretamente leva a uma melhora da pele como um todo. Boas fontes de probióticos são iogurtes e leites fermentados.


Flavonoides: São substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias que podem ser encontradas em frutas secas, no chá verde, na uva e até no chocolate amargo. Esses nutrientes agem sobre as enzimas que combatem os radicais livres, impedindo a deterioração celular. Eles ainda são fundamentais para a absorção de vitamina C, que estimula a produção de colágeno. Esta, por sua vez, pode ser encontrada em frutas cítricas, como a laranja e o limão.


Proteínas: A ingestão de proMuitos sabem que a alimentação influencia na manutenção do peso e na prevenção de doenças. O que agora venha ser de tal importância para até mesmo a aparência, isso ainda parece ser novidade.


As novas mulheres maduras estão tendo, a oportunidadede adotar cuidados com o corpo não em busca, apenas, de qualidade de vida, mas também de resultados estéticos.


É preciso que se diga, o tempo de vida que aparentamos tem forte relação com a biografia de cada um, o tanto que o indivíduo se cuidou, ao longo do tempo. Um corpo saudável traz tranquilidade e longevidade. Mas para isso é preciso ter hábitos saudáveis, alimentação equilibrada, prática regular de atividade física, boa higiene, descanso, além de se afastar do fumo, do estresse, do álcool e das drogas.


A nossa aparência está intimamente ligada ao que ingerimos. Atualmente, é consenso que devemos prevenir e tratar o envelhecimento por dentro e por fora. Não basta cuidarmos da ‘embalagem’, ou seja, apenas da parte estética; devemos atuar internamente no organismo.


O mais importante é nos conscientizarmos de que o envelhecimento é um processo natural e inevitável, mas que podemos envelhecer bem e o mais lentamente possível. Cuidar do corpo e cultivar a beleza não é sinal de futilidade, mas de respeito consigo mesmo e algo que aumenta nossa auto-estima.


Felizmente, é possível contar com uma grande variedade de nutrientes que estimulam a produção de colágeno da pele e combatem radicais livres, impedindo a degeneração celular.


Cenoura: Possui o betacaroteno faz parte da família dos carotenoides e é o principal precursor da vitamina A. Sua principal atuação é como antioxidante, combatendo alterações celulares que poderiam levar ao envelhecimento da pele.


Couve: Possui a vitamina E que é um antioxidante. Que protege as células da ação dos radicais livres, impedindo o envelhecimento precoce da pele. Além disso, o nutriente auxilia na ação da vitamina A, importante para a formação da camada de gordura natural da pele.


Tomate: Poderoso antioxidante, o licopeno potencializa a ação das enzimas que combatem radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular. Investa em molhos e extratos de tomate, pois o nutriente é mais bem absorvido quando cozido ou processado.


Probióticos: São alimentos que possuem micro-organismos vivos em sua composição. Tal característica faz com que ele ajude a repor as bactérias benéficas no corpo, o que indiretamente leva a uma melhora da pele como um todo. Boas fontes de probióticos são iogurtes e leites fermentados.


Flavonoides: São substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias que podem ser encontradas em frutas secas, no chá verde, na uva e até no chocolate amargo. Esses nutrientes agem sobre as enzimas que combatem os radicais livres, impedindo a deterioração celular. Eles ainda são fundamentais para a absorção de vitamina C, que estimula a produção de colágeno. Esta, por sua vez, pode ser encontrada em frutas cítricas, como a laranja e o limão.teínas é fundamental para a produção de colágeno. Para serem aproveitadas pelo organismo, entretanto, elas precisam ser quebradas em pequenas unidades chamadas aminoácidos. Os alimentos que possuem maior variedade de aminoácidos que o nosso corpo não consegue produzir são as carnes, o leite e ovos. Para vegetarianos, o que mais se aproxima desses alimentos é a soja.


Ômega-3: A deficiência desse nutriente deixa a pele ressecada, pois ela não é lubrificada adequadamente sem gordura. Recomendo consumir peixes, como salmão e atum, além de alimentos como a castanha do Pará e amêndoas. Todas essas opções são ricas em ômega-3, uma gordura poli-insaturada.


Água de coco: Graças à presença de poderosos minerais antioxidantes, a água de coco auxilia na hidratação da pele, além de rejuvenescê-la ao combater os radicais livres. Ao ser ingerido, ela resgata o equilíbrio hídrico da pele devido aos seus outros importantes elementos como açúcares e aminoácidos essenciais.

BELEZA NA MATURIDADE

© 2016 -  Rua Fagundes dos Reis, 428 - Centro - Passo Fundo/RS - Fone (54) 3313-2355
 

Desenvolvido por ZnTECH.