Notícias, Matérias e Entrevistas Patrícia Folle

26 Jun

COMO ESTA O SEU INTESTINO ???

intestino

Perdoem-me comentar sobre esse assunto, que de certa forma é delicado, mas de importância para a saúde, mas como esta as suas fezes ou excrementos (material restante após a digestão e absorção dos alimentos pelo tubo digestivo)?


Para sabermos e termos uma idéia ou mesmo uma referência como estão, temos que encarar o momento naturalmente, afinal de contas elas venham ser o bolo fecal de tudo que se come.


Essa necessidade básica indica como vai à saúde de todo o sistema digestivo e ainda dá pistas sobre a qualidade da alimentação.


A cor normalmente é marrom com diferentes tonalidades. As variações de cores ocorrem conforme o tipo dos alimentos, a quantidade de bile, produzida pelo fígado e eventualmente por alguma doença.


A consistência ideal é de pastosa a moldável, quando demoraram dias passam a ter seu componente de água reabsorvido pelo organismo e, portanto, ressecam mais, ficando bastante endurecidas.


É certo que o cheiro não é dos mais agradáveis, uma vez que as bactérias do intestino geram compostos sulfurosos após digerir os alimentos. Entretanto, a intensidade do odor pode variar muito conforme aquilo que comemos.


O formato saudável no geral é cilíndrico a alongadas. As cortadas, em "bolinhas", acontecem nas constipações crônicas, podendo também ser sintoma de doenças do intestino. As disformes e liquefeitas acontecem nas diarréias e muito finas podem indicar que está fazendo força demais para evacuar, contraindo o esfíncter mais do que deveria.


A frequência depende da quantidade de fibras que comemos e dos próprios movimentos intestinais. A constipação pode estar relacionada à dieta, doenças, falta de relaxamento muscular, obstrução do aparelho intestinal ou mesmo adiar a ida ao banheiro. Uma frequência considerada dentro do ideal fica entre três vezes ao dia até uma vez a cada três dias. Essa, porém não é uma definição rígida, havendo pessoas normais que fogem do padrão.


Curiosidade: As saudáveis no geral devem afundar. O que determina se bóia ou não é o teor de gordura: quando em excesso, elas tendem a boiar.


Dicas dos cuidados na alimentação:


Alimentos probióticos: contêm bactérias que são benéficas ao funcionamento do intestino. Essas bactérias resistem às enzimas da digestão, diminuindo a formação de gases e facilitando a formação do bolo fecal.


Fibras solúveis: Elas são essenciais para regular o seu intestino. Maçã, morango, polpa de maracujá, verduras, aveia, cevada, leguminosas (feijão, lentilha, soja, grão de bico), farelo de trigo e farelo de aveia.


Fibras insolúveis: Elas aumentam o bolo fecal, aceleram o tempo de trânsito intestinal, previnem a constipação e retêm água, deixando as fezes macias. Grãos integrais, farelo de trigo, soja, centeio e verduras.


Água: Quem consome muitas fibras e esquece os líquidos corre o risco de ficar com o intestino ainda preso. Para evitar que isso aconteça, inclua pelo em torno de  dois litros de água no seu dia a dia.


Exercício: A caminhada faz uma espécie de massagem nos órgãos internos, estimulando o funcionamento do intestino. Procure caminhar diariamente pelo menos meia hora.


Mastigue bem: A digestão começa na boca com a ação das enzimas contidas na saliva e com o trabalho realizado pelos dentes. Se os alimentos são bem triturados, a eliminação dos restos ocorre de maneira mais rápida e sem exigir muito do seu organismo.


Dica:Evite o uso dos laxantes, os prejuízos do uso regular do laxante vão desde lesão nos nervos da parede intestinal até constipação irreversível, em que a pessoa não consegue mais ir ao banheiro sem utilizar algum método.


Fica atenta (o)!!!

COMO ESTA O SEU INTESTINO ???
02 Jun

SALADA NO POTE

Salada_no_pote_s

Já falei como marmitar é uma tendência de boa alimentação. Mas existe um novo hit gourmet superprático, que é armazenar sua comida em potes. Pode ter certeza, não faltam bons motivos para aderir a esta “tendência”. 



Por que usar vidro?


Diferentemente das embalagens de plástico, o pote de vidro, quando bem fechada, provém uma melhor vedação dos agentes externos e conservação. Garantindo a crocância e o sabor dos ingredientes quando for consumi-los. Além disso, eles não possuem odor e ajudam a controlar a porção (olha a dieta!).


Com a correria do dia a dia e com a falta de tempo de preparar uma refeição, esta é uma ótima ideia para garantir uma refeição rápida, prática, saborosa e super saudável. Sem contar que as saladas são fundamentais na alimentação.


Como fazer


A preparação deve ser feita em camadas e com a seguinte ordem dos ingredientes:


- Concentre o molho na primeira camada; 


- o segundo ingrediente deve ser um grão ou uma proteína;


- em seguida vêm os ingredientes densos como tomate, milho, pepino e cenoura;


- por fim, as folhas devem ficar por cima.


Na hora de comer, pode misturar tudo no próprio pote ou então despejar em um prato ou saladeira e distribuir bem os ingredientes.


As saladas no pote podem durar até uma semana na geladeira, dependendo dos ingredientes utilizados (se quiser, acrescente os itens mais perecíveis, como as carnes ou frutos do mar, mais próximo da data de consumo).

Muito interessante é que serve como uma refeição, já que concentra todos os alimentos que compõe uma refeição completa (gorduras boas, carboidratos e proteínas saudáveis, fibras e sem dúvida o colorido. 


Outra vantagem bem interessante é pode ser uma ótima oportunidade de negócio, garante lucro e são baratas de fazer. Lembrando que a alimentação saudável é tendência nas classes média e alta, pois esse público já está estabelecido financeiramente e busca melhorar outras áreas da vida, como a saúde. 


Espero que tenham gostado da dica!


*Oportunidade: Se quiser aprender a fazer a Salada no Pote, no dia 09 de junho será realizado o Curso de Salada no Pote, ministrado pela Gizely Dall’Agnol, do blog Salada. Mais informações você encontra no meu site www.patricifolle.com.br.

 

SALADA NO POTE
23 May

CURSO DE SALADA NO POTE

salada-no-pote

Curso de Saladas no Pote / com Gy Dall' Agnol, Nutricionista Patricia Folle e Espaço Seivailex

Para darmos conta de todas as nossas tarefas diárias geralmente buscamos refeições rápidas e logisticamente acessíveis durante o horário de trabalho.


Contudo, muitas das alternativas presentes no mercado, como fast food por exemplo, nem sempre contém alimentos adequados para a nossa dieta alimentar e torna-se um desafio ter uma refeição saudável.



Quando falamos de alimentação saudável, é impossível não deixar de pensar no poder das saladas e tudo que elas podem oferecer de benefícios à saúde. As folhas e vegetais são ricos em fibras, vitaminas e sais minerais que ajudam a manter o nosso organismo em perfeito funcionamento.



Pensando nisso, a Seivailex juntamente com a nutricionista Patricia Folle, trazem a Passo Fundo Gizely Dall' Agnol que vai compartilhar conosco seus conhecimentos de como elaborar saladas saborosas, nutritivas e praticas de fazer para serem levadas no pote para qualquer local que precisar.



E quem disse que salada precisa ser simples?



Neste curso de saladas no pote você vai se surpreender com receitas diferenciadas que proporcionam uma nova experiência com este tipo de prato que muitas vezes é visto com restrição.



O que se esperar do curso?



Durante o curso, que terá duração de 2 horas Gy vai nos ensinar seis receitas que poderão ser servidas como almoço ou jantar. Isso porque as receitas, todas criadas por ela, contém todos os tipos de alimentos que, em geral, devem ser contemplados em uma refeição completa. Além de conhecer toda essa história e de aprender essas receitas, você irá degustar as saladas com harmonização de vinhos durante o curso que, com certeza, será um momento de lazer e descontração.



Você irá aprender sobre a elaboração de seguintes saladas:


Salada de frango com quinoa
Salada de massa com salmão
Salada de ricota com legumes
Salada de carne com aipim
Salada de cogumelos com painço
Salada de peixe com batata

Investimento:
O valor de inscrição no cursó é de R$ 110 reais, podendo ser feito em até 10 vezes no cartão de crédito. 
Inscrições pelo link : https://www.sympla.com.br/curso-de-saladas-no-pote--com-gy-dall-agno-nutricionista-patricia-folle-e-espaco-seivailex__68004
* Vagas limitadas



Sobre Gy Dall'Agnol
Empreendedora na empresa Salada 
Estudou na instituição de ensino ESPM Porto Alegre
Estudou Relações públicas na instituição de ensino UNISINOS-RS

CURSO DE SALADA NO POTE
23 May

ERVA-MATE

Bolo-de-erva-mateA erva-mate tem revelado uma composição que identifica diversas propriedades nutritivas, fisiológicas e medicinais no produto, o que lhe confere um grande potencial de aproveitamento. Seu nome científico é Ilex paraguariensis


O hábito de degustar a bebida tradicional e muito conhecida dos estados do sul e da America do Sul é feita com erva mate que chamamos de Chimarrão é um método também de enriquecer a sua utilização.


Alguns tópicos importantes:


1 – Dificulta a absorção de gordura e de açúcar pelo organismo

 

A erva-mate possui propriedades que ajudam a diminuir a taxa de gordura no sangue. Protege das doenças cardiovasculares. Ajuda a diminuir a taxa de açúcar do organismo: combate a diabetes e é uma aliada no emagrecimento.


2 – Facilita a digestão


A erva-mate possui propriedades laxativas, que contribuem para o bom funcionamento do sistema digestivo. Quem tem problemas com intestino preso pode considerar incluir o mate na dieta.


3 – Diminue a retenção de líquidos


Se for preparada na forma bebida ela tem efeitos altamente diurética. Com diversos benefícios para o corpo: auxilia no emagrecimento, diminui o aspecto inchado e combate a celulite.


4 – Mantêm o corpo estimulado


Assim como o café, a erva-mate tem características estimulantes. Beber chimarrão ou em forma de chá dá energia para o corpo, estimula o sistema nervoso e combate à fadiga. A cafeína é uma das substâncias presentes no chimarrão, por isso essa bebida ajuda a diminuir a sensação de cansaço e a aumentar o bem-estar e a disposição física e mental.


5 – Nutre o corpo


Além da cafeína, a erva-mate é rica em diversas substâncias: vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina D, cálcio, potássio, ferro, fósforo e outros minerais são alguns dos elementos presentes no chimarrão.


6 – Ajuda a prevenir doenças


Possui antioxidante, que são necessários para que o organismo combata a ação dos radicais livres presentes no corpo e atuam no combate de diversas doenças, como problemas cardiovasculares e o câncer. Além disso, ajudam a prevenir o envelhecimento precoce.


7 – Regula as funções sexuais


A saponina é mais uma substância presente na erva-mate que ajuda a manter o organismo funcionando bem. Este elemento atua na produção de hormônios, por isso é uma maneira de melhorar a libido.


Curiosidade: A erva-mate também entra na estética. Surgindo como uma nova alternativa para a indústria cosmética. A partir do extrato são desenvolvidas diversas linhas de produtos, hidratantes corporais, faciais, óleos bifásicos, hidratantes desenvolvidos especialmente para tratar mãos e pés, além da linha capilar com shampoo, condicionadores, máscaras de tratamento entre outros.


A erva-mate na culinária, a versatilidade da erva-mate é tanta que é possível realizar receitas especiais que podem dar um toque diferente às suas refeições.


Siga esta receita:


Bolo de iogurte com erva-mate


Ingredientes


3 ovos 
1 copo de iogurte natural 
Três quartos de um copo (de iogurte) de óleo vegetal 
3 colheres de sopa de chá mate solúvel 
1 pacote de gelatina sabor limão 
300 gramas de farinha de trigo peneirada 
120 gramas de açúcar 
1 colher de sopa de fermento químico em pó


Modo de preparo


Em uma vasilha, junte a farinha de trigo, a gelatina, o açúcar, o chá e o fermento em pó. Misture bem e reserve. No liquidificador, coloque os ovos, o óleo vegetal, o iogurte e bata por cinco minutos. Coloque aos poucos o creme na vasilha de ingredientes secos e misture até formar uma massa homogênea. Ponha a massa em uma forma untada e leve ao forno pré-aquecido. Asse por cerca de 30 minutos ou até que o bolo esteja cozido.

ERVA-MATE
03 May

COMER À NOITE NOITE NÃO ENGORDA!!

Comer_a_noiteA verdade o que acontece é que o metabolismo diminui à noite, onde o nosso corpo gasta menos energia e quando diminuímos nossas atividades. 


O ideal que o jantar seja uma refeição leve, que facilite o processo digestivo.


Algumas pessoas têm dificuldade de manter a dieta à noite, por que não conseguem controlar a alimentação.


Não é o jantar em si que engorda e sim o que se come.


Confira algumas dicas:


Se for fazer uma janta refeição equilibre o prato com arroz ou feijão, carne (de preferência cozida, grelhada ou assada) e salada crua e/ou cozida e colorida, para garantir a quantidade ideal dos nutrientes;


Caso consuma na forma de lanche, opte por pão integral (de preferência), saladas crua e/ou cozidas (alface, rúcula, etc.), tomate, cenoura cozida, queijo branco (ou outros com pouca gordura), peito de frango desfiado, atum, em fim, procure manter o mesmo princípio dos nutrientes substituindo uma janta refeição. 


Evite consumir refrigerantes e bebidas açucaradas (que são ricos em carboidratos e de calorias vazias, apresentando elevado valor energético), e dê preferência à água;


Sopas! Além de deliciosas são leves e de fácil digestão, ideais para consumir à noite! Entretanto opte pelas sopas caseiras, compostas por verduras, legumes, carnes e cereais como o arroz. Nada de sopas industrializadas, já que são calóricas e ricas em sódio, conservantes, etc.;


A recomendação é jantar, pelo menos, duas horas antes de ir dormir, para que o corpo tenha tempo de completar a digestão.


Caso for dormir mais tarde que tenha passado mais de 3 horas, faça uma ceia que pode ser, por exemplo, um chá de camomila com bolacha simples ou um copo de leite desnatado morno com gotas de baunilha ou banana com canela no micro-ondas.


Curiosidade:


Ficar sem comer a noite pode estimular o mau hálito.

COMER À NOITE NOITE NÃO ENGORDA!!

© 2016 -  Rua Fagundes dos Reis, 428 - Centro - Passo Fundo/RS - Fone (54) 3313-2355
 

Desenvolvido por ZnTECH.